O Supremo Alvo do Servo e Obreiro
17 de março
É por isso que também nos esforçamos... para lhe ser agradáveis.
2 Coríntios 5:9
17 de março

“É por isso que nos esforçamos…” Mantermo-nos sempre apontando para o nosso alvo supremo, exige de nós um esforço decisivo e uma capacidade de resolução santificada. Significa firmarmo-nos, a cada ano que passa, no supremo ideal, não no anseio de conquistar almas, ou de fundar igrejas, ou de promover avivamentos, mas apenas de “Lhe ser agradáveis”. Não é a falta de experiência espiritual que nos leva ao fracasso, mas, a falta de esforço para nos mantermos nesse nosso ideal. Pelo menos uma vez por semana, faça um balanço diante de Deus e verifique se você está a manter sua vida dentro daqueles padrões que ele deseja para si. Paulo é como um músico que não se preocupa com o aplauso da plateia, contanto que possa ver, no olhar, aquela aprovação de seu Maestro.

Qualquer outro alvo que nos faça desviar, por pouco que seja, do objectivo central de sermos “aprovados” por Deus, pode levar-nos a sermos prontamente desqualificados. Aprenda a discernir para onde o levam os seus alvos e o que atingem e verá por que é necessário viver voltado para o Senhor Jesus Cristo a tempo inteiro. Paulo diz: “Mas esmurro o meu corpo e o reduzo à escravidão, para que… não venha eu mesmo a ser desqualificado”, 1 Cor.9.27.

Terei de aprender a ver todas as coisas e a olhá-las sob a atenta Luz daquele objetivo supremo e a manter esse rumo incondicionalmente (sem condições) e sem qualquer interrupção. Meu valor para Deus em público é o mesmo que tenho em particular. Será que meu objetivo supremo é agradar o Senhor e de tornar-me inteiramente aceitável para ele, ou será algo menor, por mais nobre que seja?

Bíblia em um ano: Deuteronômio 30-31; Marcos 15:1-25

Escrito por Oswald Chambers.

Confira mais devocionais escritos por Oswald Chambers, no original clicando aqui.

Texto retirado e traduzido de Utmost.org

Pode um Santo Acusar Deus de Falsidade?

Pode um Santo Acusar Deus de Falsidade?

Jesus contou a parábola dos talentos, narrada em Mat.25, como uma advertência de que é possível estimarmos erroneamente nossa capacidade. Essa parábola nada tem a ver com dons naturais, mas com o dom de Pentecostes do Espírito Santo. Não devemos medir nossa capacidade...

Esteja Atento Contra as Tentações Mínimas

Esteja Atento Contra as Tentações Mínimas

Joabe passou na grande prova; permaneceu absolutamente leal a Davi e não foi atrás do Absalão fascinante e ambicioso. Mas, ainda assim, perto do fim da sua vida, desviou-se e seguiu o covarde Adonias. Permaneça atento, pois onde alguém recuou é exatamente o ponto onde...

Prontidão

Prontidão

Quando Deus nos chama, muitos de nós nos confundimos com isso, como que perdidos num nevoeiro e nem respondemos sequer. Esta resposta de Moisés demonstrou que ele sabia onde estava e como estava. Disponibilidade significa um relacionamento integral com o Deus vivo e...

Share This