A Visão Espiritual vindo da Pureza Pessoal
26 de março
Bem-aventurados os limpos de coração, porque verão a Deus.
Mateus 5:8
26 de março

A pureza não é inocência, é muito mais do que isso. A pureza é o resultado de uma constante afinidade e sintonia espiritual com Deus. Temos que crescer em pureza, em comunhão. Nossa vida interior com Deus pode estar certa e toda a sua pureza permanecer imaculada e, mesmo assim, uma vez por outra, a beleza exterior pode ainda ser ofuscada. Deus não nos protege contra essa possibilidade remota, porque dessa forma tomaremos plena consciência da necessidade absoluta de mantermos a visão pela necessidade da pureza pessoal. Se a frescura espiritual da nossa vida exterior com Deus estiver sofrendo o mais leve dano ou sujeira, devemos abandonar tudo para restaurá-lo logo. Lembre-se de que a visão depende do carácter – são “os limpos de coração que verão a Deus”.

Deus purifica-nos com sua graça soberana, mas temos algo para cuidar; esta vida física através da qual entramos em contato com outras pessoas e com um sem número de opiniões, é o que pode sujar-se. Não é apenas o santuário interior que deve ser mantido em ordem diante de Deus, mas, as áreas externas também precisam ser mantidas em perfeita harmonia com a pureza que Deus nos dá através da sua graça. Logo que o exterior se macula a compreensão espiritual obscurece-se também. Se quisermos preservar o contato íntimo e pessoal com o Senhor Jesus Cristo, isso significa que existem algumas coisas que teremos de deixar de fazer e pensar, coisas lícitas nas quais não deveremos tocar por amor a Ele.

Um meio prático de manter imaculada nossa pureza pessoal em relação a outras pessoas será vermo-las tal qual Deus as vê e será dizermos a nós mesmos: aquele homem, aquela mulher, são perfeitos em Cristo Jesus. Aquele amigo, aquele parente, são perfeitos em Cristo Jesus!

Bíblia em um ano: Josué 22-24; Lucas 3

Escrito por Oswald Chambers.

Confira mais devocionais escritos por Oswald Chambers, no original clicando aqui.

Texto retirado e traduzido de Utmost.org

Pode um Santo Acusar Deus de Falsidade?

Pode um Santo Acusar Deus de Falsidade?

Jesus contou a parábola dos talentos, narrada em Mat.25, como uma advertência de que é possível estimarmos erroneamente nossa capacidade. Essa parábola nada tem a ver com dons naturais, mas com o dom de Pentecostes do Espírito Santo. Não devemos medir nossa capacidade...

Esteja Atento Contra as Tentações Mínimas

Esteja Atento Contra as Tentações Mínimas

Joabe passou na grande prova; permaneceu absolutamente leal a Davi e não foi atrás do Absalão fascinante e ambicioso. Mas, ainda assim, perto do fim da sua vida, desviou-se e seguiu o covarde Adonias. Permaneça atento, pois onde alguém recuou é exatamente o ponto onde...

Prontidão

Prontidão

Quando Deus nos chama, muitos de nós nos confundimos com isso, como que perdidos num nevoeiro e nem respondemos sequer. Esta resposta de Moisés demonstrou que ele sabia onde estava e como estava. Disponibilidade significa um relacionamento integral com o Deus vivo e...

Share This