Tudo ou Nada
17 de abril
Simão Pedro, ouvindo que era o Senhor, cingiu-se com sua veste porque se havia despido, e lançou-se ao mar.
João 21:7
17 de abril

Você já passou por uma crise na qual deliberada, enfática e ousadamente pôde abrir mão de tudo que tem? É uma experiência da vontade do homem. Você pode confrontar-se com ela muitas vezes no exterior, mas is­so nem sempre serve para algo. A verdadeira crise da sua entrega pessoal ocorre em seu interior, não no exterior. O abrir mão de coisas externas pode ser indício de escravidão total e não de liberdade.

Será que já entregou deliberadamente toda a sua vontade a Jesus Cristo? É uma ação da vontade, não da emotividade; a emoção é simplesmente a orla dourada da ação que empreende. Se se permitir que a emoção tome o lugar dianteiro, nunca realizará nenhuma ação. Não pergunte a Deus como vai ser essa ação, aja apenas baseado no que Deus já lhe demonstrou poder fazer, seja no tocante a uma questão simples ou mais profunda.

Se já ouviu a voz de Jesus Cristo enquanto no cimo das ondas, arremesse para longe de si todas as suas convicções e as suas coerências e nunca permita que essas coisas anulem seu relacionamen­to íntimo com ele.

Bíblia em um ano: 2 Samuel 1-2; Lucas 14:1-24

Escrito por Oswald Chambers.

Confira mais devocionais escritos por Oswald Chambers, no original clicando aqui.

Texto retirado e traduzido de Utmost.org

Adquira o Hábito de Não Ter Hábitos

Adquira o Hábito de Não Ter Hábitos

Quando começamos e estando nós ainda formando hábitos, temos consciência do que estamos fazendo. Há ocasiões em que tomamos consciência de que estamos sendo tornados virtuosos e pacientes espiritualmente, mas isso é apenas uma etapa de nossa vida; se pararmos por ali,...

Amemo-nos uns Aos Outros

Amemo-nos uns Aos Outros

O amor é pouco definido para a maioria dos crentes; não sabemos o que queremos dizer quando falamos sobre o amor. O amor é uma preferência exclusiva por determinada pessoa e, no campo espiri­tual, Jesus exige que essa preferência seja exclusivamente dele e como a...

Tome a Iniciativa

Tome a Iniciativa

"Associai": como se trata de uma ordem, conclui-se por aqui que há alguma coisa que nós temos de fazer. Corremos o risco de esquecer que não podemos fazer o que é Deus quem tem de fazer e que Deus não faz aquilo que temos de ser nós a fazer. Não podemos salvar-nos nem...

Share This