Interesse ou Identificação na Morte de Cristo?
21 de março
Estou crucificado com Cristo.
Gálatas 2:19
21 de março

Na vida espiritual, a necessidade imperativa é a de subscrever de forma natural a sentença de morte para todo o tipo de disposição para o pecado e de transformar todas as impressões intelectuais e crenças num veredicto moral contra todo o tipo de disposição para o pecado, ou seja, sobre qualquer reivindicação de meus direitos sobre mim mesmo. Paulo diz: “Estou crucificado com Cristo”; ele não diz: “Resolvi imitar Jesus Cristo”, ou “Vou esforçar-me para segui-lo”, mas, sim, “eu me baptizei com ele em sua morte”, estou morto. Quando chego diante dessa decisão moral e ajo de acordo com ela porque é uma realidade factual em mim, então tudo o que Cristo fez por mim na cruz começa a fazer sentido. A entrega voluntária de mim mesmo a Deus dá ao Espírito Santo a oportunidade de me conceder a santidade de Jesus Cristo e a mesma morte de Jesus Cristo – morte para o pecado, Rom.6:10.

“… Logo, já não sou eu quem vive…” A individualidade permanece, mas a pedra de Esquina, pedra angular e guia, a disposição predominante, é radicalmente alterada em nós. Permanece o mesmo corpo humano, mas, os antigos direitos satânicos sobre minha vida foram destituídos.

“E esse viver que agora vivo na carne…” – não a vida que gostaria de viver e oro para ter, mas, a vida que agora vivo em minha carne mortal, a vida que os outros podem observar será esta: “vivo pela fé do Filho de Deus”. Essa fé não é a fé de Paulo em Jesus Cristo, mas, a fé de Jesus Cristo instalada dentro de Paulo. Não é mais fé na fé, mas uma fé que transpôs todos os limites conscientes, fé identificada com a do Filho de Deus em mim.

Bíblia em um ano: Josué 7-9; Lucas 1:21-38

Escrito por Oswald Chambers.

Confira mais devocionais escritos por Oswald Chambers, no original clicando aqui.

Texto retirado e traduzido de Utmost.org

Pode um Santo Acusar Deus de Falsidade?

Pode um Santo Acusar Deus de Falsidade?

Jesus contou a parábola dos talentos, narrada em Mat.25, como uma advertência de que é possível estimarmos erroneamente nossa capacidade. Essa parábola nada tem a ver com dons naturais, mas com o dom de Pentecostes do Espírito Santo. Não devemos medir nossa capacidade...

Esteja Atento Contra as Tentações Mínimas

Esteja Atento Contra as Tentações Mínimas

Joabe passou na grande prova; permaneceu absolutamente leal a Davi e não foi atrás do Absalão fascinante e ambicioso. Mas, ainda assim, perto do fim da sua vida, desviou-se e seguiu o covarde Adonias. Permaneça atento, pois onde alguém recuou é exatamente o ponto onde...

Prontidão

Prontidão

Quando Deus nos chama, muitos de nós nos confundimos com isso, como que perdidos num nevoeiro e nem respondemos sequer. Esta resposta de Moisés demonstrou que ele sabia onde estava e como estava. Disponibilidade significa um relacionamento integral com o Deus vivo e...

Share This