Ajuda ou Dureza Para com os Outros?
1 de abril
É Cristo... o qual... também intercede por nós. O Espírito... intercede por nós.
Romanos 8:34, 27
1 de abril

Precisaremos de mais algum argumento além deste para nos tornarmos intercessores — o de Cristo: “vivendo sempre para inter­ceder”, Heb.7:25 e o de que o Espírito Santo: “intercede por nós”? Estaremos nós vivendo num relacionamento tão vital com nossos semelhantes que, como filhos de Deus, guiados pelo Espírito, realizamos o trabalho de intercessão por natureza? Comecemos pelas circunstâncias que agora fazem parte de nossa vida: nosso lar, nossos negócios, nosso país, a crise atual que nos atinge tanto a nós como a outros — será que tais coisas não nos estão esmagando também? Estarão elas impedindo que nós entremos na presença de Deus e nos deixem sem tempo disponível para adorá-lo? Façamos então uma parada para entrarmos num relacionamento realmente vivo com Deus e que o nosso relacionamento com os outros possa ser mantido no plano da intercessão, através do qual Deus opera suas maravilhas.

Cuidemos para que, pela ânsia de fazer a vontade de Deus, não nos venhamos a antecipar a Ele em nada. Por norma corremos à frente dele nas nossas mil e uma atividades e como consequência ficamos tão sobrecarregados com pessoas e seus problemas, que não adoramos Deus e não inter­cedemos como devemos por essa razão. Se os pesos e pressões da vida desabarem sobre nós e não formos achados numa atitude de adoração, isso produzirá não só dureza para com Deus, como desespero dentro da própria alma. Deus está sempre em forma de promover o nosso encontro com quem não temos nenhuma afinidade e a menos que o estejamos adorando, a nossa reação mais comum será tratar as pessoas de forma fria e gelada, citar-lhes um versículo como se lhes estivés­semos dando uma facada, ou “pregar-lhes um sermão” para nos retirarmos logo de seguida. O cristão insensível deve entristecer profundamente o coração do seu Criador.

Estaremos nós diretamente tão envolvidos com o Senhor e com o Espírito Santo na tarefa de intercessão como deveríamos estar?

Bíblia em um ano: Juízes 13-15; Lucas 6:27-49

Escrito por Oswald Chambers.

Confira mais devocionais escritos por Oswald Chambers, no original clicando aqui.

Texto retirado e traduzido de Utmost.org

Pode um Santo Acusar Deus de Falsidade?

Pode um Santo Acusar Deus de Falsidade?

Jesus contou a parábola dos talentos, narrada em Mat.25, como uma advertência de que é possível estimarmos erroneamente nossa capacidade. Essa parábola nada tem a ver com dons naturais, mas com o dom de Pentecostes do Espírito Santo. Não devemos medir nossa capacidade...

Esteja Atento Contra as Tentações Mínimas

Esteja Atento Contra as Tentações Mínimas

Joabe passou na grande prova; permaneceu absolutamente leal a Davi e não foi atrás do Absalão fascinante e ambicioso. Mas, ainda assim, perto do fim da sua vida, desviou-se e seguiu o covarde Adonias. Permaneça atento, pois onde alguém recuou é exatamente o ponto onde...

Prontidão

Prontidão

Quando Deus nos chama, muitos de nós nos confundimos com isso, como que perdidos num nevoeiro e nem respondemos sequer. Esta resposta de Moisés demonstrou que ele sabia onde estava e como estava. Disponibilidade significa um relacionamento integral com o Deus vivo e...

Share This