Plano de Leitura Cronológico

outubro

25

segunda-feira
Lucas – Parte 3
Lucas 4-5
297 de 365 dias
25 de outubro

Sumário:
A tentação de Jesus; Jesus volta para a Galileia e principia a sua missão; Jesus prega em Nazaré. É rejeitado pelos seus; A cura de um endemoninhado em Cafarnaum; A cura da sogra de Pedro; Muitas outras curas; Jesus vai a um lugar deserto; A pesca maravilhosa; A cura de um leproso; A cura de um paralítico em Cafarnaum; A vocação de Levi; Jesus come com pecadores; Do jejum

 

CAPÍTULO 4

1 E Jesus, cheio do Espírito Santo, voltou do Jordão, e foi levado pelo Espírito ao deserto.
2 E por quarenta dias foi tentado pelo Diabo; e não comeu coisa nenhuma naqueles dias; e acabados esses [dias] , finalmente teve fome.
3 E disse-lhe o diabo: Se tu és Filho de Deus, dize a esta pedra que se faça pão.
4 E Jesus lhe respondeu, dizendo: Está escrito que não só de pão viverá o ser humano, mas de toda palavra de Deus.
|fn: N4 omite “mas de toda palavra de Deus”
5 E levando-o o diabo a um alto monte, mostrou-lhe todos os reinos do mundo em um momento de tempo.
6 E disse-lhe o diabo: Darei a ti todo este poder, e sua glória; porque a mim me está entregue, e a quem quero o dou.
7 Portanto, se tu me adorares, tudo será teu.
8 E respondendo Jesus, disse-lhe: Para trás de mim, Satanás! Porque está escrito: Ao Senhor teu Deus adorarás, e a ele só servirás.
|fn: N4 omite “Para trás de mim, Satanás!” |fn: RP, N4 omitem “Porque”
9 E levou-o a Jerusalém, e o pôs sobre a ponta da torre do Templo, e disse-lhe: Se tu és o Filho de Deus, lança-te daqui abaixo.
10 Porque está escrito que: A seus anjos mandará quanto a ti, que te guardem.
11 E que nas mãos te tomarão, para que nunca tropeces com teu pé em alguma pedra.
12 E respondendo Jesus, disse-lhe: Dito está: Não a tentarás ao Senhor teu Deus.
13 E acabando o diabo toda a tentação, foi embora dele por algum tempo.
14 E Jesus voltou no poder do Espírito para a Galileia, e saiu sua fama por toda a terra do redor.
15 E ensinava em suas sinagogas, e era louvado por todos.
16 E veio a Nazaré, onde fora criado, e entrou, segundo seu costume, um dia de Sábado, na sinagoga; e levantou-se para ler.
17 Foi-lhe dado o livro do Profeta Isaías; e quando abria o livro, achou o lugar onde estava escrito:
18 O Espírito do Senhor [está] sobre mim, portanto me ungiu; para evangelizar aos pobres me enviou, para curar aos contritos de coração;
19 Para pregar liberdade aos cativos e vista aos cegos; para enviar em liberdade a os quebrantados; para apregoar o ano agradável do Senhor.
20 E fechando o livro, e tornando-o a dar ao assistente, sentou-se; e os olhos de todos na sinagoga se dirigiram a ele.
21 E começou-lhes a dizer: Hoje se cumpriu esta escritura em vossos ouvidos.
22 E todos lhe davam testemunho, e se maravilhavam das palavras de graça que saíam de sua boca; e diziam: Não é este o filho de José?
23 E ele lhes disse: Sem duvida este provérbio me direis: Medico, cura a ti mesmo; de todas as coisas que ouvimos que foram feitas em Cafarnaum, faze também aqui [algumas] em tua pátria.
24 E disse: Em verdade vos digo, que nenhum profeta é agradável em sua pátria.
25 Porém em verdade vos digo, que muitas viúvas havia em Israel nos dias de Elias, quando o céu se fechou por três anos e seis meses; de modo que em toda a terra houve grande fome.
26 E a nenhuma delas Elias foi enviado, a não ser a uma mulher viúva de Sarepta de Sídon.
27 E muitos leprosos havia em Israel, no tempo do profeta Eliseu; e nenhum deles foi limpo, a não ser Naamã o sírio.
28 E todos na sinagoga, ao ouvirem estas coisas, encheram-se de ira.
29 E levantando-se, expulsaram-no da cidade, e o levaram até o cume do monte em que sua cidade estava edificada, para o lançarem dali do alto abaixo.
30 Mas ele, passando por meio deles, foi embora.
31 E desceu a Cafarnaum, cidade de Galileia; e [ali] os ensinava nos sábados.
32 E admiravam de sua doutrina, porque sua palavra era com autoridade.
33 E estava na Sinagoga um homem que tinha um espírito de um demônio imundo, e clamou com grande voz,
34 Dizendo: Ah, que temos contigo, Jesus Nazareno? Vieste a nos destruir? Bem sei quem és: o Santo de Deus.
35 E Jesus o repreendeu, dizendo: Cala-te, e, sai dele. E o demônio, derrubando-o no meio [de todos] , saiu dele, sem lhe fazer dano algum.
36 E veio espanto sobre todos; e falavam entre si uns com os outros, dizendo: Que palavra é esta, que até aos espíritos imundos manda com autoridade e poder, e saem?
37 E sua fama foi divulgada em todos os lugares do redor daquele território.
38 E levantando-se [Jesus] da Sinagoga, entrou na casa de Simão; e a sogra de Simão estava enferma de uma grande febre, e rogaram-lhe por ela.
39 E inclinando-se sobre ela, repreendeu a febre; e a [febre a] deixou. E levantando-se logo, servia-os.
40 E pondo-se já o sol, todos os que estavam enfermos de varias doenças, traziam-nos a ele; e pondo as mãos sobre cada um deles, curava-os.
41 E também os demônios saíam de muitos, clamando, e dizendo: Tu és o Cristo, o Filho de Deus; e ele, reprendendo-os, não os deixava falar, porque sabiam que ele era o Cristo.
42 E sendo já de dia, ele saiu, e foi para um lugar deserto; e as multidões o buscavam, e vieram a ele; e o detinham, para que não os deixasse.
43 Porém ele lhes disse: Também é necessário que a outras cidades anuncie o Evangelho do Reino de Deus; pois para isso sou enviado.
44 E ele pregava nas sinagogas da Galileia.
|fn: N4: Judeia

 

CAPÍTULO 5

1 E aconteceu que, amontoando-se as multidões sobre ele, por ouvirem a palavra de Deus, ele estava junto ao lago de Genesaré.
2 E viu dois barcos que estavam junto ao lago, e havendo os pescadores descido deles, estavam lavando as redes.
3 E entrando em um daqueles barcos, que era o de Simão, pediu-lhe que o desviasse um pouco da terra; e sentando-se, ensinava às multidões enquanto estava no barco.
4 E quando terminou de falar, disse a Simão: Vai ao alto mar, e lançai vossas redes para pescar.
5 E respondendo Simão, disse-lhe: Mestre, havendo trabalhado toda a noite, nada tomamos; mas por tua palavra lançarei a rede.
6 E fazendo-o assim, recolheram grande quantidade de peixes, a ponto da rede se romper.
7 E acenaram aos companheiros que estavam no outro barco, que viessem ajudar. E vieram, e encheram ambos os barcos, de tal modo, que quase afundavam.
8 E vendo Simão Pedro [isto] , derrubou-se aos pés de Jesus, dizendo: Sai de mim, Senhor, porque sou homem pecador.
9 Porque ele havia sido tomado pelo espanto, e a todos os que estavam com ele.
10 E semelhantemente também a Tiago e a João, filhos de Zebedeu, que eram companheiros de Simão. E disse Jesus a Simão: Não temas, desde agora pescarás gente.
11 E quando levaram os barcos à terra, deixaram tudo, e o seguiram.
12 E aconteceu que, estando em uma daquelas cidades, eis um homem cheio de lepra, e vendo a Jesus, prostrou-se sobre o rosto, e rogou-lhe, dizendo: Senhor, se quiseres, bem me podes limpar.
13 E estendendo ele a mão, tocou-o, dizendo: Quero, sê limpo. E logo a lepra o deixou.
14 E mandou-lhe que o não dissesse a ninguém: Mas vai, mostra-te ao sacerdote, e oferte por tua limpeza, como mandou Moisés, para lhes dar testemunho.
15 Porém sua fama andava tanto mais; e ajuntaram-se muitas multidões para o ouvir, e para serem curadas por ele de suas enfermidades.
16 Mas ele se retirava para os desertos, e [ali] orava.
17 E aconteceu em um daqueles dias que estava ensinando, e estavam ali sentados fariseus e doutores da Lei, que tinham vindo de todas as aldeias da Galileia, e da Judeia, e de Jerusalém; e o poder do Senhor estava [ali] para os curar.
18 E eis que [uns] homens, que traziam em uma cama um homem que estava paralítico; e procuravam levá-lo para dentro, e o porem diante dele.
19 E não achando por onde o poder levar para dentro, subiram em cima do telhado, e pelas telhas o abaixaram com o leito para o meio [da casa] , diante de Jesus.
20 E vendo ele a fé deles, disse-lhe: Homem, teus pecados são perdoados.
21 E os escribas e os fariseus começaram a questionar, dizendo: Quem é este, que fala blasfêmias? Quem pode perdoar pecados, senão só Deus?
22 Porém conhecendo Jesus seus pensamentos, respondeu, e disse-lhes: O que vós imaginais em vossos corações?
23 O que é mais fácil? Dizer: Teus pecados são perdoados? Ou dizer: Levanta-te, e anda?
24 Ora, para que saibais que o Filho do homem tem poder para na terra perdoar pecados, (Disse ao paralítico:) Eu digo a ti, levanta-te, toma o teu leito, e vai para tua casa.
25 E ele, levantando-se logo diante deles, tomou o [leito] em que estava deitado, [e] foi para a sua casa, glorificando a Deus.
26 E todos ficaram admirados, e glorificavam a Deus; e ficaram cheios de temor, dizendo: Hoje vimos coisas incríveis!
27 Depois destas coisas, ele saiu; e viu a um cobrador de impostos, chamado Levi, sentado na casa de tributos, e disse-lhe: Segue-me.
28 E ele, deixando tudo, seguiu-o.
29 E Levi lhe fez um grande banquete em sua casa; e [ali] estavam uma grande multidão de publicanos, e de outros que estavam sentados com eles [à mesa] .
30 E seus escribas e fariseus murmuravam contra seus discípulos, dizendo: Por que comeis e bebeis com cobradores de impostos e pecadores?
31 E respondendo Jesus, disse-lhes: Os que estão sãos não necessitam de médico, mas sim os que estão enfermos.
32 Eu não vim para chamar os justos, mas aos pecadores, para arrependimento.
33 Então eles lhe disseram: Por que os discípulos de João jejuam muitas vezes, e fazem orações, como também os dos fariseus, mas os teus comem e bebem?
34 Mas ele lhes disse: Podeis vós fazer jejuar aos que estão na festa do casamento, enquanto o noivo está com eles?
35 Porém dias virão, quando o esposo lhes será tirado; [e] então naqueles dias jejuarão.
36 E dizia-lhes também uma parábola: Ninguém põe remendo de pano novo em vestido velho; de outra maneira, o novo rompe [ao velho] ; e ao velho não convém remendo do novo.
37 E ninguém põe vinho novo em odres velhos; de outra maneira, o vinho novo romperá os odres, e se derramaria, e os odres se perdem.
38 Mas o vinho novo é posto em odres novos; e ambos juntamente se conservam.
39 E ninguém que beber o velho, quer logo o novo; por que diz: O velho é melhor.

Bíblia em um ano: Lucas 4-5

Escrito por Oswald Chambers.

Confira mais devocionais escritos por Oswald Chambers, no original clicando aqui.

Texto retirado e traduzido de Utmost.org

Ontem

Ontem

Seguros contra nosso passado. "Deus pede as contas de tudo quanto passou…”, Ecl.3:15. No fim do ano, olhamos com grande expectativa tudo quanto Deus tem para o nosso futuro, mas mesmo assim podemos ficar aprisionados nos dias de ontem. O presente gozo da graça de Deus...

“E Cada Uma Das Virtudes que Possuímos…”

“E Cada Uma Das Virtudes que Possuímos…”

O Senhor nunca remenda nossas virtudes naturais, isto é, as nossas características naturais, anseios ou mesmo qualidades. Ele refaz todo o homem por dentro completamente. "Vos revistais de novo homem", Ef.4:24; ou seja, faça com que sua vida natural se revista com...

Desertor ou Discípulo?

Desertor ou Discípulo?

Quando Deus, através do seu Espírito, aplicando a Palavra, nos dá e fornece uma certa re­velação ou manifestação do que ele quer, temos de poder andar à luz dessa visão ainda, 1João1:7; nossa mente e alma vibrarão em excesso com isso; mas, se não obedecermos a essa...

Share This

Notice: fwrite(): Write of 661 bytes failed with errno=28 No space left on device in /home/dh_radiocrista/radiocrista.com.br/wp-content/plugins/wordfence/vendor/wordfence/wf-waf/src/lib/storage/file.php on line 42

Fatal error: Uncaught wfWAFStorageFileException: Unable to verify temporary file contents for atomic writing. in /home/dh_radiocrista/radiocrista.com.br/wp-content/plugins/wordfence/vendor/wordfence/wf-waf/src/lib/storage/file.php:51 Stack trace: #0 /home/dh_radiocrista/radiocrista.com.br/wp-content/plugins/wordfence/vendor/wordfence/wf-waf/src/lib/storage/file.php(658): wfWAFStorageFile::atomicFilePutContents('/home/dh_radioc...', '<?php exit('Acc...') #1 [internal function]: wfWAFStorageFile->saveConfig('livewaf') #2 {main} thrown in /home/dh_radiocrista/radiocrista.com.br/wp-content/plugins/wordfence/vendor/wordfence/wf-waf/src/lib/storage/file.php on line 51