Plano de Leitura Cronológico

outubro

17

domingo
Marcos – Parte 3
Marcos 6-7
289 de 365 dias
17 de outubro

Sumário:
Jesus prega em Nazaré. É rejeitado pelos seus; As instruções para os doze; A morte de João Batista; A primeira multiplicação de pães e peixes; Jesus anda por sobre o mar; Jesus em Genesaré; Jesus e a tradição dos anciãos. O que contamina o homem; A mulher siro-fenícia; A cura de um surdo e gago

 

CAPÍTULO 6

1 Jesus] partiu-se dali, veio à sua terra, e seus discípulos o seguiram.
2 E chegando o sábado, começou a ensinar na sinagoga; e muitos, quando o ouviram, espantavam-se, dizendo: De onde lhe [vem] estas coisas? E que sabedoria é esta que lhe foi dada? E tais maravilhas feitas por suas mãos?
3 Não é este o carpinteiro, filho de Maria, e irmão de Tiago, de José, de Judas, e de Simão? E não estão aqui as suas irmãs conosco? E ofenderam-se nele.
4 E Jesus lhes dizia: Todo profeta tem honra, menos em sua terra, entre os parentes, e em sua própria casa.
|fn: Lit. “Não há profeta sem honra”
5 Ele não pôde ali fazer milagre algum, a não ser somente, pondo as mãos sobre uns poucos enfermos, os curou.]
6 E ficou admirado da incredulidade deles. Ele percorreu as aldeias do redor, ensinando.
7 E chamou a si os doze, e começou a enviar de dois em dois; e deu-lhes poder sobre os espíritos imundos.
8 E mandou-lhes que não tomassem nada para o caminho, a não ser somente um bordão; nem bolsa, nem pão, nem dinheiro no cinto;
9 mas que calçassem sandálias, e não se vestissem de duas túnicas.
10 E dizia-lhes: Onde quer que entrardes em alguma casa, ficai ali até que dali saiais.
11 E todos os que não vos receberem, nem vos ouvirem, quando sairdes dali, sacudi o pó que estiver debaixo de vossos pés, em testemunho contra eles. Em verdade vos digo, que mais tolerável será a [os de] Sodoma ou Gomorra no dia do juízo, do que a [os d] aquela cidade. []
|fn: N4 omite “Em verdade vos digo (…) a os d aquela cidade”
12 Eles, então, se foram, e pregaram que [as pessoas] se arrependessem.
13 Eles expulsaram muitos demônios, e a muitos enfermos ungiram com azeite, e os curaram.
14 O rei Herodes ouviu falar disso (porque o nome de [Jesus] já era notório). E dizia: João Batista ressuscitou dos mortos, e por isso estas maravilhas operam nele.
|fn: N4: diziam
15 Outros diziam: É Elias; e outros diziam: É profeta, ou como algum dos profetas.
|fn: RP, N4 omitem “ou”
16 Quando, porém, Herodes ouviu falar disso, falou: Ele é João, de quem cortei a cabeça. Ele ressuscitou dos mortos.
|fn: N4 omite “dos mortos”
17 Pois o próprio Herodes havia mandado prender João, e acorrentá-lo na prisão, por causa de Herodias, mulher do seu irmão Filipe, porque havia se casado com ela.
18 Pois João dizia a Herodes: Não te é lícito possuir a mulher do teu irmão.
19 Assim Herodias o odiava, e queria matá-lo, mas não podia,
20 pois Herodes temia João, sabendo que era um homem justo e santo, e o estimava. E quando o ouvia, fazia muitas coisas, o ouvia de boa vontade.
|fn: TR, RP: fazia muitas coisas – N4: ficava muito perplexo
21 Mas veio um dia oportuno, em que Herodes, no dia do seu aniversário, dava uma ceia aos grandes de sua corte, aos comandantes militares, e aos principais da Galileia.
22 Então a filha dessa Herodias entrou dançando, e agradou a Herodes e aos que estavam sentados com ele. O rei disse à garota: Pede-me quanto quiseres, que eu darei a ti.
23 E jurou a ela: Tudo o que me pedirdes te darei, até a metade do meu reino.
24 Então ela saiu, e perguntou à sua mãe: Que pedirei? E ela respondeu: A cabeça de João Batista.
25 E entrando ela logo apressadamente ao rei, pediu, dizendo: Quero que imediatamente me dês num prato a cabeça de João Batista.
26 E o rei entristeceu-se muito; [mas, por causa dos juramentos, e dos que estavam juntamente à mesa, não quis recusar a ela.
27 Então logo o rei enviou o executor com a ordem de trazer ali sua cabeça. Ele, foi, e o decapitou na prisão.
28 Em seguida, trouxe a sua cabeça num prato, e o deu à garota; e a garota a deu à sua mãe.
29 Quando os discípulos dele ouviram isso, vieram, pegaram o seu cadáver, e o puseram num sepulcro.
30 Os apóstolos juntaram-se [de volta] a Jesus, e contaram-lhe tudo, tanto o que haviam feito, como o que haviam ensinado.
31 E ele lhes disse: Vinde vós à parte a um lugar deserto, e descansai um pouco; pois havia muitos que iam e vinham, e não tinham tempo para comer.
32 E foram-se num barco a um lugar deserto à parte.
33 Mas as multidões os viram ir, e muitos o reconheceram. Então correram para lá a pé de todas as cidades, chegaram antes deles, e vieram para perto dele.
|fn: RP, N4 omitem as “multidões” |fn: N4 omite “e vieram para perto dele”
34 Quando Jesus saiu [do barco] , viu uma grande multidão, e teve compaixão deles porque eram como ovelhas que não têm pastor. Assim, começou a lhes ensinar muitas coisas.
|fn: N4 omite “Jesus”
35 E quando já era tarde, os seus discípulos vieram a ele, e disseram: O lugar é deserto, e a hora já é tarde.
36 Despede-os, para eles irem aos campos e aldeias circunvizinhos, e comprarem pão para si; pois não têm o que comer.
|fn: TR,RP: pão para si; pois não têm o que comer – N4: comida
37 Mas ele respondeu: Dai-lhes vós mesmos de comer. E eles lhe responderam: Iremos, e compraremos duzentos denários de pão, para lhes darmos de comer?
38 E ele lhes disse: Quantos pães tendes? Ide ver. Quando souberam, disseram: Cinco, e dois peixes.
39 E mandou-lhes que fizessem sentar a todos em grupos sobre a grama verde.
40 E sentaram-se repartidos de cem em cem, e de cinquenta em cinquenta.
41 Ele tomous os cinco pães e os dois peixes, levantou os olhos ao céu, abençoou, e partiu os pães, e os deu aos seus discípulos, para que os pusessem diante deles. E os dois peixes repartiu com todos.
|fn: N4 omite “seus”
42 Todos comeram e se saciaram.
43 E dos pedaços de pão e dos peixes levantaram doze cestos cheios.
44 Os que comeram os pães eram quase cinco mil homens.
|fn: RP, N4 omitem “quase”
45 Logo depois, ordenou seus discípulos a subirem no barco, e ir adiante para o outro lado, em Betsaida, enquanto ele despedia a multidão.
46 E, depois de os despedir, foi ao monte para orar.
47 Ao anoitecer, o barco estava no meio do mar, e [Jesus] sozinho em terra.
48 E viu que se cansavam muito remando, porque o vento lhes era contrário. Então, perto da quarta vigília da noite, veio a eles andando sobre o mar, e queria passar por eles.
49 Mas quando eles o viram andando sobre o mar, pensaram que era uma fantasma, e gritaram,
50 pois todos o viam, e ficaram perturbados. Então logo falou com eles, dizendo: Tende coragem! Sou eu, não tenhais medo.
51 E subiu a eles no barco, e o vento se aquietou. Eles ficaram muito espantados e maravilhados entre si,
|fn: N4 omite “maravilhados”
52 pois não haviam entendido o que tinha acontecido com os pães, porque o coração deles estava endurecido.
53 Eles terminaram de atravessar o mar, chegaram à terra de Genesaré, e ali aportaram.
54 E saindo eles do barco, logo o reconheceram.
55 Então gente de toda a região em redor veio correndo, e começaram a trazer em camas os doentes, aonde quer que ouviam que ele estava.
56 E aonde quer que ele entrava, em povoados, cidades, ou aldeias, punham os enfermos nas praças, e rogavam-lhe que ao menos tocassem a borda de sua roupa; e todos os que o tocavam, saravam.

 

CAPÍTULO 7

1 Reuniram-se com ele os fariseus, e alguns dos escribas, que tinham vindo de Jerusalém.
2 E, quando viram que alguns dos discípulos dele comiam pão com mãos impuras, isto é, sem lavar, repreendiam-lhes.
|fn: N4 omite “repreendiam-lhes”
3 (Pois os fariseus, e todos os judeus, mantendo a tradição dos antigos, se não lavarem bastante as mãos, não comem.
4 E, quando voltam da rua, se não se lavarem, não comem; e há muitas outras coisas que se encarregam deguardar, [como] lavar os copos, as vasilhas, os utensílios de metal, e os leitos).
|fn: N4 omite “e os leitos”
5 Depois os fariseus e os escribas lhe perguntaram: Por que os teus discípulos não andam conforme a tradição dos antigos, em vez de comerem pão com as mãos sem lavar?
|fn: TR, RP: sem lavar – N4: impuras
6 E ele lhes respondeu: Bem profetizou Isaías acerca de vós, hipócritas! Como está escrito: Este povo me honra com os lábios, mas o seu coração está longe de mim.
7 Eles, porém, me honram em vão, ensinando [como] doutrinas mandamentos humanos. Isaías 29:13
8 Pois vós deixais o mandamento de Deus, e mantendes a tradição humana, [como] lavar as vasilhas e os copos; e fazeis muitas outras coisas semelhantes a estas. []
|fn: N4 omite “Pois” |fn: N4 omite ” como o lavar (…) semelhantes a estas
9 E dizia-lhes: Vós dispensais o mandamento de Deus para guardardes a vossa tradição;
10 porque Moisés disse: Honra o teu pai, e a tua mãe. E quem maldisser ao pai ou à mãe terá de morrer.
11 Mas vós dizeis: Se o homem disser ao pai ou à mãe: Tudo o que te puder aproveitar de mim é corbã (isto é, oferta),
12 então não lhe deixais mais nada fazer por seu pai ou por sua mãe.
13 Assim dispensais a palavra de Deus por vossa tradição, que vós ordenastes; e [fazeis] muitas coisas semelhantes a estas.
14 E chamando para si toda a multidão, disse-lhes: Ouvi-me todos, e entendei:
15 Nada há fora do ser humano que nele entre que o possa contaminar; mas o que dele sai, isso é o que contamina o ser humano.
16 Se alguém tem ouvidos para ouvir, ouça.
|fn: N4 omite todo o versículo 16. Compare com Marcos 4:9,23
17 Quando [Jesus deixou a multidão e entrou em casa, seus discípulos lhe perguntaram sobre a parábola.
18 E ele lhes disse: Também vós estais assim sem entendimento? Não entendeis que tudo o que de fora entra no ser humano não o pode contaminar?
19 Pois não entra no seu coração, mas, sim, no ventre, e sai para a privada; portanto, todas as comidas são “limpas”.
20 E dizia: O que sai do ser humano, isso contamina o ser humano.
21 Pois é de dentro do coração humano que vêm os maus pensamentos, os adultérios, os pecados sexuais, os homicídios,
22 os roubos, as ganâncias, as maldades, o engano, a depravação, o olho malicioso, a blasfêmia, a soberba, a insensatez.
|fn: N4 muda a ordem para: os pecados sexuais, os roubos, os homicídios, os adultérios
23 Todos estes males procedem de dentro, e contaminam o ser humano.
24 Jesus] levantou-se dali e foi para a região de Tiro e de Sidom. Ele entrou numa casa, e não queria que ninguém soubesse disso, mas não pôde se esconder.
|fn: N4 omite “e de Sidom”
25 Pois uma mulher, cuja filhinha tinha um espírito imundo, assim que ouviu falar dele, veio, e prostrou-se a seus pés.
|fn: N4: E logo
26 Esta mulher era grega, de nacionalidade sirofenícia; e rogava-lhe que expulsasse o demônio de sua filha.
27 Mas Jesus lhe disse: Deixa primeiro que os filhos se fartem; porque não é bom tomar o pão dos filhos, e lançá-lo aos cachorrinhos.
|fn: N4 omite “Jesus”
28 Porém ela lhe respondeu: Sim Senhor; mas também os cachorrinhos comem debaixo da mesa, das migalhas dos filhos.
29 Então ele lhe disse: Por esta palavra, vai, o demônio já saiu da tua filha.
30 Quando ela chegou à sua casa, encontrou que o demônio já havia saído, e a filha estava deitada sobre a cama.
|fn: N4: criança
31 Então [Jesus] voltou a sair da região de Tiro e de Sidom, e veio para o mar da Galilea, por meio da região de Decápolis.
|fn: N4: e veio por Sidom
32 E trouxeram-lhe um surdo que dificilmente falava, e rogaram-lhe que pusesse a mão sobre ele.
33 E tomando-o em separado da multidão, pôs os seus dedos nos ouvidos dele, cuspiu, e tocou-lhe a língua.
34 Depois, levantando os olhos ao céu, suspirou, e disse: Efatá, (isto é, abre-te).
35 Imediatamente os ouvidos dele se abriram, e o que prendia sua língua se soltou, e passou a falar bem.
|fn: N4 move “imediatamente” para antes de “o que prendia”
36 Jesus] lhes mandou que a ninguém dissessem; porém, quanto mais lhes mandava, mais divulgavam.
37 E ficavam muito admirados, dizendo: Ele faz tudo bem! Aos surdos faz ouvir, e aos mudos falar.

Bíblia em um ano: Marcos 6-7

Escrito por Oswald Chambers.

Confira mais devocionais escritos por Oswald Chambers, no original clicando aqui.

Texto retirado e traduzido de Utmost.org

Ontem

Ontem

Seguros contra nosso passado. "Deus pede as contas de tudo quanto passou…”, Ecl.3:15. No fim do ano, olhamos com grande expectativa tudo quanto Deus tem para o nosso futuro, mas mesmo assim podemos ficar aprisionados nos dias de ontem. O presente gozo da graça de Deus...

“E Cada Uma Das Virtudes que Possuímos…”

“E Cada Uma Das Virtudes que Possuímos…”

O Senhor nunca remenda nossas virtudes naturais, isto é, as nossas características naturais, anseios ou mesmo qualidades. Ele refaz todo o homem por dentro completamente. "Vos revistais de novo homem", Ef.4:24; ou seja, faça com que sua vida natural se revista com...

Desertor ou Discípulo?

Desertor ou Discípulo?

Quando Deus, através do seu Espírito, aplicando a Palavra, nos dá e fornece uma certa re­velação ou manifestação do que ele quer, temos de poder andar à luz dessa visão ainda, 1João1:7; nossa mente e alma vibrarão em excesso com isso; mas, se não obedecermos a essa...

Share This

Notice: fwrite(): Write of 203 bytes failed with errno=28 No space left on device in /home/dh_radiocrista/radiocrista.com.br/wp-admin/includes/class-wp-filesystem-direct.php on line 76

Notice: fwrite(): Write of 245 bytes failed with errno=28 No space left on device in /home/dh_radiocrista/radiocrista.com.br/wp-admin/includes/class-wp-filesystem-direct.php on line 76

Notice: fwrite(): Write of 260 bytes failed with errno=28 No space left on device in /home/dh_radiocrista/radiocrista.com.br/wp-admin/includes/class-wp-filesystem-direct.php on line 76

Notice: fwrite(): Write of 442 bytes failed with errno=28 No space left on device in /home/dh_radiocrista/radiocrista.com.br/wp-admin/includes/class-wp-filesystem-direct.php on line 76