Notice: unserialize(): Error at offset 8190 of 8192 bytes in /home/dh_radiocrista/radiocrista.com.br/wp-content/themes/Divi/core/components/cache/File.php on line 79
Plano de Leitura Cronológico

outubro

10

domingo
Mateus – Parte 9
Mateus 20-21
282 de 365 dias
10 de outubro

Sumário:
A parábola dos trabalhadores na vinha; Jesus ainda outra vez prediz sua morte e ressurreição; O pedido da mãe de Tiago e João; A cura de dois cegos de Jericó; A entrada triunfal de Jesus em Jerusalém; A purificação do templo; Jesus efetua curas no templo; A figueira sem fruto; A autoridade de Jesus e o batismo de João; A parábola dos dois filhos; A parábola dos lavradores maus

 

CAPÍTULO 20

1 Pois o reino dos céus é semelhante a um homem, dono de propriedade, que saiu de madrugada para empregar trabalhadores para a sua vinha.
2 Ele entrou em acordo com os trabalhadores por um denário ao dia, e os mandou à sua vinha.
3 E quando saiu perto da hora terceira, viu outros que estavam desocupados na praça.
|fn: hora terceira – aproximadamente 9 horas da manhã
4 Então disse-lhes: “Ide vós também à vinha, e vos darei o que for justo”. E eles foram.
5 Saindo novamente perto da hora sexta e nona, fez o mesmo.
|fn: hora sexta e hora nona – aproximadamente meio-dia e 3 horas da tarde
6 E quando saiu perto da décima primeira hora, achou outros que estavam desocupados, [] e lhes perguntou: “Por que estais aqui o dia todo desocupados?”
|fn: N4 omite “hora” |fn: décima primeira hora – aproximadamente 5 horas da tarde |fn: N4 omite “desocupados”, lendo ” ali estavam”
7 Eles lhe disseram: “Porque ninguém nos empregou”. Ele lhes respondeu: “Ide vós também à vinha, e recebereis o que for justo”.
|fn: N4 omite “e recebereis o que for justo”
8 E chegando o anoitecer, o senhor da vinha disse ao seu mordomo: “Chama aos trabalhadores, e paga-lhes o salário, começando dos últimos, até os primeiros”.
9 Então vieram os de cerca da hora décima primeira, e receberam um denário cada um.
10 Quando os primeiros vieram, pensavam que receberiam mais; porém eles também receberam um denário cada um.
11 Assim, ao receberem, murmuraram contra o chefe de casa,
12 dizendo: “Estes últimos trabalharam uma única hora, e tu os igualaste conosco, que suportamos a carga e o calor do dia”.
13 Ele, porém, respondeu a um deles: “Amigo, nada de errado estou fazendo contigo. Não concordaste tu comigo por um denário?
14 Toma o que é teu, e vai embora; e quero dar a este último tanto quanto a ti.
15 Acaso não me é lícito fazer do que é meu o que eu quiser? Ou o teu olho é mau, porque eu sou bom?”
16 Assim os últimos serão primeiros; e os primeiros, últimos; pois muitos são chamados, mas poucos escolhidos.
|fn: N4 omite “pois muitos são chamados, mas poucos escolhidos”
17 E enquanto Jesus subia a Jerusalém, tomou consigo os doze discípulos à parte no caminho, e lhes disse:
|fn: TR, RP: enquanto Jesus subia – N4: quando Jesus estava para subir |fn: TR,RP: à parte no caminho, e lhes disse – N4: à parte, e no caminho lhes disse
18 Eis que estamos subindo a Jerusalém, e o Filho do homem será entregue aos chefes dos sacerdotes e aos escribas, e o condenarão à morte.
19 E o entregarão aos gentios, para que dele escarneçam, e o açoitem, e crucifiquem; mas ao terceiro dia ressuscitará.
|fn: TR,RP: ressuscitará – N4: será ressuscitado
20 Então se aproximou dele a mãe dos filhos de Zebedeu, com os seus filhos. Ela o adorou para lhe pedir algo.
21 E ele lhe perguntou: O que queres? Ela lhe disse: Dá ordem para que estes meus dois filhos se sentem, um à tua direita e outro à tua esquerda, no teu Reino.
|fn: Dá ordem – lit. Dize |fn: TR,RP: “tua direita”, “tua esquerda” – N4: “direita”, “esquerda”
22 Porém Jesus respondeu: Não sabeis o que pedis. Podeis vós beber o cálice que eu beberei, e ser batizados com o batismo com que eu sou batizado? Eles lhe disseram: Podemos.
|fn: N4 omite: “e ser batizados com o batizmo com que eu sou batizado”. RP troca “e” por “ou”
23 E ele lhes disse: De fato meu cálice bebereis, e com o batismo com que eu sou batizado sereis batizados; mas sentar-se à minha direita, e à minha esquerda, não me cabe concedê-lo, mas [será] para os que por meu Pai está preparado.
24 E quando os dez ouviram [isso] , indignaram-se contra os dois irmãos.
25 Então Jesus os chamou a si, e disse: Vós bem sabeis que os chefes dos gentios os dominam, e os grandes usam de autoridade sobre eles.
26 Mas não será assim entre vós. Ao contrário, quem quiser se tornar grande entre vós seja o vosso assistente;
|fn: TR, RP: será- N4: é |fn: TR: seja – RP, N4: será
27 e quem quiser ser o primeiro entre vós seja o vosso servo;
|fn: TR, RP: seja – N4: será
28 assim como o Filho do homem não veio para ser servido, mas sim para servir, e para dar a sua vida em resgate por muitos.
29 Quando eles saíram de Jericó, uma grande multidão o seguiu.
30 E eis que dois cegos assentados junto ao caminho, ao ouvirem que Jesus passava, clamaram: Senhor, Filho de Davi, tem misericórdia de nós!
31 E a multidão os repreendia, para que se calassem, mas eles clamavam ainda mais: Senhor, Filho de Davi, tem misericórdia de nós!
32 Então Jesus parou, chamou-os, e perguntou: Que quereis que eu vos faça?
33 Eles lhe responderam: Senhor, que nossos olhos sejam abertos.
34 E Jesus, compadecido deles, tocou-lhes os olhos. E logo os olhos deles enxergaram, e o seguiram.

 

CAPÍTULO 21

1 E quando se aproximaram de Jerusalém, e chegaram a Betfagé, ao monte das Oliveiras, então Jesus mandou dois discípulos, dizendo-lhes:
|fn: RP: Betsfagé
2 Ide à aldeia em vossa frente, e logo achareis uma jumenta amarrada, e um jumentinho com ela; desamarra-a, e trazei-os a mim.
3 E se alguém vos disser algo, direis: “O Senhor precisa deles, mas logo os devolverá”.
|fn: devolverá – ou: “O Senhor precisa deles”. E logo ele os deixará ir. O texto grego é ambíguo
4 Ora, tudo isto aconteceu para que se cumprisse o que foi dito pelo profeta, que disse:
|fn: N4 omite “tudo”
5 Dizei à filha de Sião: “Eis que o teu rei vem a ti, manso, e sentado sobre um jumento; um jumentinho, filho de uma animal de carga”.
|fn: manso – ou humilde |fn: Ref. Zacarias 9:9
6 Os discípulos foram, e fizeram como Jesus havia lhes mandado;
7 Então trouxeram a jumenta e o jumentinho, puseram as suas capas sobre eles, e fizeram [-no] montar [] sobre elas.
|fn: N4 omite “suas” |fn: TR: fizeram -no montar – RP, N4: ele montou
8 E uma grande multidão estendia suas roupas pelo caminho, e outros cortavam ramos das árvores, e os espalhavam pelo caminho.
9 E as multidões que iam adiante, e as que seguiam, clamavam: Hosana ao Filho de Davi! Bendito o que vem no nome do Senhor! Hosana nas alturas!
|fn: N4: adiante dele
10 Enquanto ele entrava em Jerusalém, toda a cidade se alvoroçou, perguntando: Quem é este?
11 E as multidões respondiam: Este é Jesus, o Profeta de Nazaré de Galileia.
|fn: TR, RP: Jesus, o Profeta – N4: o Profeta Jesus
12 Jesus entrou no Templo de Deus; então expulsou todos os que estavam vendendo e comprando no Templo, e virou as mesas dos cambistas e as cadeiras dos que vendiam pombas.
|fn: N4 omite “de Deus”
13 E disse-lhes: Está escrito: “Minha casa será chamada casa de oração”; mas vós a tornastes em covil de ladrões!
|fn: TR, RP: tornastes – N4: tornais |fn: Ref. Isaías 56:7; Jeremias 7:11
14 E cegos e mancos vieram a ele no Templo, e ele os curou.
|fn: RP: mancos e cegos
15 Quando os chefes dos sacerdotes e os escribas viram as maravilhas que ele fazia, e as crianças gritando no Templo: “Hosana ao Filho de Davi!”, eles ficaram indignados.
16 E perguntaram-lhe: Ouves o que estas [crianças] dizem? E Jesus lhes respondeu: Sim. Nunca lestes: “Da boca das crianças e dos bebês providenciaste o louvor?”
|fn: bebês – i.e. dos que mamam |fn: Ref. Salmos 8:2
17 Então ele os deixou, e saiu da cidade para Betânia, e ali passou a noite.
18 E pela manhã, enquanto voltava para a cidade, teve fome.
19 Quando ele viu uma figueira perto do caminho, veio a ela, mas nada nela achou, a não ser somente folhas. E disse-lhe: Nunca de ti nasça fruto, jamais! E imediatamente a figueira se secou.
20 Os discípulos viram, e ficaram maravilhados, dizendo: Como a figueira se secou de imediato?
21 Porém Jesus lhes respondeu: Em verdade vos digo: se tiverdes fé, e não duvidardes, vós não somente fareis isto à figueira, mas até se disserdes a este monte: “Levanta-te, e lança-te no mar”, isso se fará.
22 E tudo o que pedirdes em oração, crendo, recebereis.
23 Depois de entrar no templo, quando ele estava ensinando, os chefes dos sacerdotes e os anciãos do povo se aproximaram dele, perguntando: Com que autoridade fazes isto? E quem te deu esta autoridade?
24 Jesus lhes respondeu: Eu também vos farei uma pergunta. Se vós a responderdes a mim, também eu vos responderei com que autoridade faço isto.
25 De onde era o batismo de João? Do céu, ou dos seres humanos? E eles pensaram entre si mesmos, dizendo: Se dissermos: “Do céu”, ele nos dirá: “Por que, então, não crestes nele?
26 Mas se dissermos: “Dos seres humanos”, temos medo da multidão, pois todos consideram João como profeta.
27 Então responderam a Jesus: Não sabemos. E ele lhes disse: Nem eu vos digo com que autoridade faço isto.
28 Mas que vos parece? Um homem tinha dois filhos. Aproximando-se do primeiro, disse: “Filho, vai hoje trabalhar na minha vinha.”
29 Porém ele respondeu: “Não quero”; mas depois se arrependeu, e foi.
30 E, aproximando-se do segundo, disse da mesma maneira. E ele respondeu: “Eu [vou] , senhor”, mas não foi.
31 Qual dos dois fez a vontade do pai? Eles lhe responderam: O primeiro. Jesus lhes disse: Em verdade vos digo que os cobradores de impostos e as prostitutas estão indo adiante de vós ao Reino de Deus.
|fn: Em alguns textos gregos há uma inversão das respostas do primeiro e do segundo filho nos versículos 29 e 30. Consequentemente, a resposta é “o primeiro” em TR e RP, e “o segundo” em N4
32 Pois João veio a vós mesmos no caminho de justiça, mas não crestes nele; enquanto que os cobradores de impostos e as prostitutas nele creram. Vós, porém, mesmo tendo visto [isto] , nem assim vos arrependestes, a fim de nele crer.
33 Ouvi outra parábola. Havia um homem, dono de uma propriedade. Ele plantou uma vinha, cercou- a, fundou nela um lagar, e construiu uma torre. Depois a arrendou a uns lavradores, e partiu-se para um lugar distante.
34 Quando chegou o tempo dos frutos, enviou seus servos aos lavradores, para receberem os frutos que a ele pertenciam.
35 Mas os lavradores tomaram os seus servos, e feriram um, mataram outro, e apedrejaram outro.
36 Outra vez enviou outros servos, em maior número que os primeiros, mas fizeram-lhes o mesmo.
37 E por último lhes enviou o seu filho, dizendo: “Respeitarão ao meu filho”.
38 Mas quando os lavradores viram o filho, disseram entre si: “Este é o herdeiro. Venhamos matá-lo, e tomemos a sua herança”.
39 Então o agarraram, lançaram-no para fora da vinha, e o mataram.
40 Ora, quando o senhor da vinha chegar, o que fará com aqueles lavradores?
41 Eles lhe responderam: Aos maus dará uma morte má, e arrendará a vinha a outros lavradores, que lhe deem os frutos em seus tempos [de colheita] .
42 Jesus lhes disse: Nunca lestes nas Escrituras: “A pedra que os construtores rejeitaram, essa se tornou cabeça da esquina. Isto foi feito pelo Senhor, e é maravilhoso aos nossos olhos”?
|fn: cabeça de esquina – i.e. a pedra angular, a principal da construção |fn: Ref. Salmos 118:22,23
43 Portanto eu vos digo que o reino de Deus será tirado de vós, e será dado a um povo que produza os frutos dele.
|fn: dele – i.e. do reino
44 E quem cair sobre esta pedra será quebrado; mas sobre quem ela cair, ela o tornará em pó.
45 Quando os chefes dos sacerdotes e os fariseus ouviram estas suas parábolas, entenderam que [Jesus] estava falando deles.
46 E procuravam prendê-lo, mas temeram as multidões, pois elas o consideravam profeta.

Bíblia em um ano: Mateus 20-21

Escrito por Oswald Chambers.

Confira mais devocionais escritos por Oswald Chambers, no original clicando aqui.

Texto retirado e traduzido de Utmost.org

Ontem

Ontem

Seguros contra nosso passado. "Deus pede as contas de tudo quanto passou…”, Ecl.3:15. No fim do ano, olhamos com grande expectativa tudo quanto Deus tem para o nosso futuro, mas mesmo assim podemos ficar aprisionados nos dias de ontem. O presente gozo da graça de Deus...

“E Cada Uma Das Virtudes que Possuímos…”

“E Cada Uma Das Virtudes que Possuímos…”

O Senhor nunca remenda nossas virtudes naturais, isto é, as nossas características naturais, anseios ou mesmo qualidades. Ele refaz todo o homem por dentro completamente. "Vos revistais de novo homem", Ef.4:24; ou seja, faça com que sua vida natural se revista com...

Desertor ou Discípulo?

Desertor ou Discípulo?

Quando Deus, através do seu Espírito, aplicando a Palavra, nos dá e fornece uma certa re­velação ou manifestação do que ele quer, temos de poder andar à luz dessa visão ainda, 1João1:7; nossa mente e alma vibrarão em excesso com isso; mas, se não obedecermos a essa...

Share This